• Time Clínica Quiropraxia Equilíbrio

Quiropraxia e osteopatia: qual a diferença entre elas?

Atualizado: 29 de jul. de 2021



Tanto a quiropraxia, quanto a osteopatia são terapias alternativas, não invasivas, livres de medicamentos e que utilizam de técnicas manuais.


Outra similaridade, é que não focam somente na doença. Enxergam o corpo humano de uma forma mais integrada e conectado em relação ao que está causando dores, desconfortos ou outro problema.


Ambas as técnicas têm como objetivo encontrar a causa. Identificar a origem do que está promovendo este desequilíbrio geral e assim corrigi-lo, devolvendo a qualidade de vida e o bem-estar de uma forma mais consistente e duradoura.


Podemos considerar, de certa forma, a quiropraxia e a osteopatia como terapias irmãs. Em parte, pela época em que foram criadas (bem próximas uma da outra) e muito pela filosofia praticada por ambas.


Isso quer dizer que são iguais? Não. Existem pequenas diferenças entre cada uma delas que nós mostraremos para você neste artigo.


O que é osteopatia?


Criada em 1874, por Andrew Taylor Still, a osteopatia tem por característica enxergar o corpo humano como uma peça mecânica única. Que precisa estar em completo equilíbrio para o seu perfeito funcionamento.


Quando há alguma irregularidade, em algum ponto desta peça mecânica, ocorrem as disfunções, como um problema na movimentação de uma articulação, um músculo em estágio de espasmo e outros


E sempre que há uma desarmonia em alguma área, ocorre o que chamamos de regiões de compensação. Nosso corpo sempre busca reequilibrar-se naturalmente. E se alguma área não o consegue, outras acabam buscando compensá-la. É exatamente aí que surgem desgastes, incômodos e dores.


As técnicas usadas pelo osteopata, visam identificar onde está a origem deste problema e eliminar as barreiras, para que o próprio corpo possa se curar, através de um pleno funcionamento mecânico e biológico.


O que é a quiropraxia?



Um pouquinho mais recente na sua criação, sendo de 1890, por Daniel David Palmer, a quiropraxia é muito mais difundida no Brasil, tendo suas primeiras atividades iniciadas aqui há quase 100 anos.


Basicamente, é um conjunto de técnicas que busca diagnosticar, prevenir e tratar dores que estejam relacionadas ao sistema musculoesquelético, especialmente ligados à coluna vertebral.

A coluna vertebral é o ponto de conexão neural de todo nosso corpo. Todos os nervos que ligam nosso cérebro às demais áreas, passam por dentro da coluna vertebral, entre as nossas vértebras. Por inúmeros motivos e causas, algumas dessas vértebras podem pressionar estes nervos, impedindo ou atrapalhando a comunicação nervosa.


A quiropraxia é responsável por reestabelecer a harmonia das energias, eliminando esta compressão, melhorando o sistema nervoso, circulatório e, por consequência, o incômodo, dor ou outro problema que estiver sendo gerado ali ou em outra região.


E quais as diferenças entre a quiropraxia e a osteopatia?


Como em toda família, as irmãs são bem parecidas, mas têm as suas particularidades que as diferenciam.


A osteopatia aborda diversas disfunções corporais de forma bem aprofundada e com um espectro de ação bem amplo. Ela vai agir na parte visceral, nervosa e circulatória, buscando remover as barreiras que estejam impedindo a cura do corpo.


A quiropraxia também atua buscando resolver as disfunções do corpo de uma forma completa, mas focando sua área de atuação mais na coluna vertebral, causa fundamental de muitos destes problemas relatados pelos pacientes.


A quiropraxia buscará fazer uma correção da posição vertebral, por isso está muito associada aos estalos durante a sessão. A osteopatia também pode utilizar de técnicas similares em alguns casos, mas geralmente são movimentos distintos aos usados pelo quiropraxista.


É importante reforçar que ambas as técnicas se diferenciam de massoterapia. Elas agem com um pouco mais de profundidade e em outras áreas que não apenas os músculos e tendões.


Quais doenças podem ser tratadas com quiropraxia e osteopatia?


Como buscam tratar as origens dos problemas, focando na qualidade de vida e bem-estar dos pacientes, antes de focar somente na doença, ambas as técnicas são muito procuradas e altamente indicadas para diversos problemas físicos e mesmo emocionais.


A busca pelo reequilíbrio completo, visa encontrar a conformidade entre energia, bem-estar emocional e o bom funcionamento do corpo. Se alguma destas três bases estiver irregular, dificilmente a pessoa se sentirá bem.


As doenças, ou disfunções, que podem ser tratadas pela quiropraxia e osteopatia são:


• Dores no pescoço, lombar e cabeça;

• Lombalgia;

• Tensões musculares;

• Lesões esportivas;

• Cefaleia tensional;

• Enxaqueca;

• Hérnia de disco;

• Escoliose;

• Ansiedade;

• Estresse;

• Distúrbios de sono;

• Problemas respiratórios;

• Problemas menstruais.


Mantenha sua base firme: energia, saúde física e saúde emocional


É crescente o número de pessoas que vêm buscando recuperar a sua qualidade de vida como um todo.


Hoje, temos enxergado os problemas físicos e emocionais que estamos sofrendo, como consequência de uma rotina e um estilo de vida cada vez mais corridos e com menos tempo para olhar para nós mesmos. E mais do que isso, as pessoas têm se dado conta de que nossa saúde é completamente interligada.


Não é possível separar o lado da energia emocional com o equilíbrio de estruturas físicas. Para haver um bom funcionamento de um é preciso que o outro esteja em comparável nível de atividade.


O equilíbrio completo de mente, corpo e energia é responsável por proporcionar o real e duradouro bem-estar que tanto buscamos.


Quer conhecer um pouco mais sobre como a quiropraxia pode auxiliar a te proporcionar isto? Entre em contato, agende uma sessão e venha sentir em você mesmo estes efeitos incríveis.





Estamos te aguardando.


67 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo